Xixis com Farturinha

Podemos definir o caráter de uma pessoa apenas olhando como ela trata os animais.

Mas esta miúda ainda não tem uma familia??

Não entendo! Vocês prometeram que a minha estadia seria breve!!! Prometeram que me arranjavam um lar, uma casa, com mimos e amor!!! Onde anda? Breve diziam vocês! Breve?? Daqui a nada faz um ano e eu aqui estou ainda!!!!!”

Desculpa, tens toda a razão querida Namih.
Prometemos-te que era pouco tempo.
Prometemos-te que terias uma casinha só para ti.
Prometemos-te que serias amada.

E das três promessas, só conseguimos cumprir a última. Desculpa.
Infelizmente, às vezes, fazemos promessas com base no sonho e nem sempre elas se cumprem. Sai fora do nosso controlo.
És muito amada por nós, disso não tenhas qualquer dúvida.
Mas foste esquecida, querida.
Não por nós. Não pelos teus padrinhos. Não por quem te resgatou.
Mas por quem partilhou o teu apelo.
Por quem leu o apelo que a tua madrinha fez.
Por quem o soube.
Por quem o conheceu.
E por quem superficialmente o “sofreu”.
Foste esquecida. Tudo porque foste recolhida.
Esqueceram-se porque julgam que estás segura.
Mas um abrigo, não é sinónimo de segurança.
Um abrigo, não é sinónimo de felicidade ou de bem-estar.
Um abrigo, não pode sequer ser sinónimo de “para sempre”.
Porque nenhum de vocês é feliz aqui.
Nenhum de vocês merece partilhar a mesma cama com mais dezenas deles.
Nenhum de vocês merece partilhar mimos com tantos outros.
E tu, especialmente tu, não és feliz.
Precisas de uma casinha para ti. Só para ti.
Que te ame e respeite.
Que saiba os teus limites e os teus gostos.
Que te queira pelo que tu és e por quem és.
Que não te devolva como se faz a uma peça de roupa que está desajustada ao nosso tamanho.
Porque tu, és especial.
Não por seres uma gata amarela, que curiosamente é uma raridade.
Mas por teres a tamanha doçura que tens.

Quem te quiser, terá não só uma amiga para a vida como poderá encher a boca para dizer “tenho uma gata rara!!”.

E bem sabemos que o mundo é gerido pela imagem que se passa aos vizinhos.

Quem saiba, por seres “rara” possas ter mais sorte que os típicos “rafeiros”. Não tens raça, mas tens raridade.

Poderá ser um ponto a teu favor, querida Namih.

Namih, 2 anos, esterilizada. Para adopção responsável em Setúbal.
Contacto para adopção: mensagem privada para mim ou apoiabigodinhos@gmail.com

Daniela Gravata

8 Janeiro, 2017


Artigo Anterior

Artigo Seguinte

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *